Buscar
  • Diniz Contabilidade

A importância da inteligência emocional para o empreendedor


Para ser um empreendedor de sucesso é importante desenvolver sua inteligência emocional. Assim como em outras profissões e áreas de atuação a Inteligência Emocional pode ser responsável pelo fracasso ou sucesso de um empreendedor. Segundo Daniel Goleman, em “Inteligência Emocional”, publicado em 1995, “a Inteligência Emocional contém 12 competências: autoconsciência emocional, autocontrole emocional, adaptabilidade, orientação para realização, otimismo, consciência organizacional, influência, coach e mentora, gestão de conflitos e liderança inspiradora.


Os fatores emocionais, como citados anteriormente aqui em nosso blog, sejam eles negativos ou positivos, interferem diretamente em como será o futuro de um negócio. Ao trabalhar com equipes, clientes, empresas, fornecedores e até mesmo superiores é importante aprender a reconhecer as emoções e entender de que forma todas essas sensações podem contribuir para que o empreendedor consiga lidar com situações imprevistas, desconfortáveis e negativas que acontecem no dia a dia de uma empresa.


A falta de controle das emoções muitas vezes faz o empreendedor tomar iniciativas desesperadas, e precipitadas o que no mundo dos negócios pode impedir a ascensão de um executivo em uma empresa, por exemplo. Qualidades técnicas são muito mais efetivas e prestativas quando somadas a um bom domínio emocional, isso também aumenta o valor do profissional no meio.


O primeiro passo para conquistar a Inteligência Emocional é o processo de autoconhecimento, admitir limitações, abrir diálogos honestos e sinceros, estar disposto a ver sobre outras perspectivas o que entendia como certo. Admitir todos esses processos é uma demonstração de maturidade até mesmo dentro do ambiente profissional. Para atingir seus resultados esperados, há um caminho claro definido pela Inteligência Emocional que é o autoconhecimento das emoções. Inúmeros estudos realizados ao longo da História da Humanidade descrevem 4 emoções base primárias a todo ser humano, que são: Medo, Raiva, Tristeza e Alegria. Existem variações de estudos que acrescentam outras emoções consideradas como bases humanas, porém vamos dar atenção a estas quatro. Mas quais os benefícios de cada uma dentro de nossas vidas?


O Medo nos protege de ações precipitadas, como por exemplo, quando o receio de assinar um contrato bate à porta, ou mesmo o frio na barriga ao visitar um novo cliente, como se portar? O medo te dá a chance de criar inúmeras saídas para situações desafiadoras, com o intuito de proteger e te mostrar o caminho mais seguro para obter o resultado desejado. Com a raiva lidamos da mesma forma, a energia que ela produz dentro do nosso sistema pode gerar força para alcançar resultados inimagináveis até então, a raiva pode ser usada como combustível para alcançar os cumes mais altos das montanhas, porém, use-a com sabedoria pois potência sem controle não leva à lugar algum. Conseguimos perceber benefícios na Tristeza? Sim! Ela é o aviso, a luz piscando dentro de nós, alertando que algo não está conforme às nossas expectativas. O segredo da Tristeza é simplesmente ouvi-la! Quando você perde um cliente ou uma venda, como usar a Tristeza a nosso favor? “Meu produto é ruim? Não! Talvez me faltaram palavras para explicar da melhor forma possível para o meu cliente em potencial, vou aprimorar minha forma de fazer contato!” A Tristeza também traz soluções que não enxergamos normalmente, por isso precisamos ouvi-la! E quanto à Alegria, ela que nos motiva cada vez mais a obter resultados incríveis em nossas carreiras e relacionamentos interpessoais.


Quando fazemos um mapeamento das nossas reações, as emoções tornam nossos resultados muito mais possibilitadores e o nosso leque de reações acaba ganhando inúmeras saídas para os acontecimentos do cotidiano no trabalho, com os colegas, em casa, com a família e em todos os seus núcleos sociais. Empatia, sociabilidade, tolerância e cooperação são palavras chave para colocar em prática os aprendizados da Inteligência Emocional.


Que tal começar hoje mesmo a praticar consigo e com o outro a Inteligência Emocional?




0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

©2021 por Infoqplan Assessoria Digital. Todos os Direitos reservados a Diniz Contabilidade.